domingo, 5 de março de 2017

“Na delegacia, disseram que iam acabar com a minha vida” diz Maira Pinheiro


Em vídeo para Carta Capital, a estudante de direito da Faculdade São Francisco e suplente de vereador, Maira Pinheiro , 26 anos, detida por agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), em São Paulo, acusada de pichação, conta como foi sua prisão e diz que seu caso está sendo usado como cortina de fumaça para mascarar uma política higienista do prefeito João Doria. 

 Assista ao vídeo. Leia reportagem em http://bit.ly/2mqsuGc

Arquivo do blog

Seguidores