segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Na capital Paulista foram registradas 90 mortes em latrocínios no ano; crime segue em alta

A Segurança publica é um problema de todos, independente de partido político ou ideologia
O número de mortes em crimes de latrocínio - roubo seguido de morte - subiu 22% no mês de julho em relação a junho na capital paulista, segundo estatística divulgada nesta segunda-feira pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo. Foram 11 vítimas que perderam a vida em assaltos na cidade durante o período. Com esses novos casos, São Paulo chega a 90 mortes no ano em casos de latrocínio, um crime que ainda preocupa a cúpula da Segurança Pública do Estado.

"Os latrocínios e roubos são o que mais nos preocupam porque eles estão relacionados diretamente com a sensação de segurança das pessoas. Algumas medidas exigem algum tempo para serem executadas. Ainda há muito por fazer", disse o secretário de Segurança Pública Fernando Grella Vieira.
Leia mais: SP: capital registrou 90 mortes em latrocínios no ano; crime segue em alta - Terra Brasil

Arquivo do blog

Seguidores