segunda-feira, 15 de julho de 2013

Operação detém policiais civis suspeitos de tráfico em SP via @Reinaldo_Cruz #QuestãoBrasil

Polícia como um todo volta a ficar mal vista pela população
Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público, e da Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo cumpriu na manhã desta segunda-feira (15), mandados de prisão contra policiais civis suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas em Campinas e na capital paulista.

Estão sendo cumpridos 13 mandados, 11 em São Paulo e dois em Campinas. Até às 12h, sete policiais civis já haviam sido presos. Eles foram levados para o prédio da Corregedoria da Polícia Civil, no Centro de São Paulo. Entre os detidos estão dois delegados do Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Denarc). O supervisor da Unidade de Inteligência do Denarc, Clemente Calvo Castilhone Junior, foi detido. O delegado geral da Polícia Civil, Mauricio Blazeck, informou ao SPTV que Castilhone foi preso por suspeita de ter vazado informações que poderiam comprometer as investigações.

O advogado de Castilhone, João Batista Augusto Junior, afirmou desconhecer os motivos que levaram à prisão temporária por 30 dias de seu cliente. Augusto Junior, entretanto, afirma que o delegado é inocente de qualquer acusação que lhe venha a ser atribuída. O defensor irá tomar conhecimento das acusações para tentar na Justiça revogar a prisão. Os mandados de prisão foram expedidos pela Justiça de Campinas contra delegados, investigadores, escrivães e carcereiros suspeitos de crimes como corrupção, extorsão, formação de quadrilha. Também estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão na casa desses policiais e nas delegacias onde trabalham.

Participam da operação cerca de 60 policiais civis.
Leia mais: Operação detém policiais civis suspeitos de tráfico em SP - CircuitoMT

Arquivo do blog

Seguidores